sábado, 24 de dezembro de 2016

Feliz Natal

Chegou o natal, dia de azáfama e muito trabalho. Mas também dia para estar com quem mais gostamos, numa mesa recheada de coisas boas como todo o português bem gosta. Um dia de convívio que adoro.
Desejo-vos a todos um feliz natal, com harmonia, mesa farta e muitas prendinhas, mas acima de tudo com amor e rodeados de quem vos faz feliz :)

Resultado de imagem para feliz natal
imagem retirada da net

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Lussekatter ou Saint Lucia Saffron buns ... uns bolinhos de natal suecos


Em vésperas do natal, trago hoje a última receita desta quadra, uma receita diferente das que estamos habituados a comer na nossa consoada mas que me agradou bastante. Estou a falar de um bolinho com o nome "lussekatter" ou "saint lucia saffron buns", oriundo da Suécia e servido dia 13 de dezembro, data em que chega oficialmente a época natalícia a terras escandinavas. Foram criados para celebrar o Santo Padroeiro da Luz, uma das mais importantes celebrações do país. 
Esta receita, completamente desconhecida por mim, foi mais uma agradável surpresa do 11º desafio Sweet World e mais uma vez, uma receita que me deliciou. 




Segundo reza a história, Lucia foi uma das primeiras mártires cristãs morta pelos romanos e todos os anos é feita uma procissão em honra dela, personagem cujo papel é trazer luz aos invernos suecos. A sua forma em "S" representa um gato enrolado e as 2 cerejas (ou passas, arandos, sultanas) os seus olhos, sendo Lussekatter tradução de Gato de Lucia. No entanto existem hoje em dia diferentes formatos.

imagem retirada da net

Quanto à minha opinião, são uns bolinhos de massa leveda muito simples de se fazerem, não requer grande experiência e ficam fofos e aromáticos. Têm no meu ver apenas o defeito de secarem rapidamente o que faz com que se tenham de congelar os bolinhos que não se vão comer, mas são excelentes ainda mornos.
No entanto, depois de pesquisar um pouco sobre este doce, resolvi testar a massa em duas variantes diferentes, uma normal e uma folhada, sendo que a folhada foi a eleita cá em casa e neste caso, já não seca com a mesma facilidade. Uns bolinhos a repetir um dia, sem dúvida.


Receita adaptada do blog "basta cheio" e inspiração do blog "anasbageri"

Ingredientes:
- 350ml de leite
- 40g de margarina
- 350g de farinha de trigo 
- 150g de farinha kamut * (usei myprotein)
- 1 ovo
- 1 colher (sobremesa) de cardamomo moído
- 1 colher (café) de açafrão
- 1 colher (chá) de canela
- 10g de fermento de padeiro fresco
- 90g de açúcar
- 1 colher (chá) de sal
- uvas passas qb
- ovo batido para pincelar

Para a versão folhada:
- 150g de margarina (para folhar a massa, opcional)**

Comece por diluir o fermento num pouco do leite e depois coloque todos os ingredientes da massa na MFP e deixe amassar durante 15 minutos. Depois disso, deixe repousar até duplicar o volume (cerca de 2 horas). Divida a massa em pequenas bolas e dê-lhes uma forma de rolinho. Enrole-os até obter uma forma de "esse", coloque uma uva passa em cada um dos lados, pressionando, e deixe levedar mais um pouco (cerca de 30 a 40 minutos. Pincele com ovo e leve ao forno, pré-aquecido a 200º, até dourar (cerca de 15 a 20 minutos). Não deixe cozer demasiado para que a massa não se torne seca.



Agora, se quiser experimentar como eu outra versão destes bolinhos, faça assim:
Depois de amassar, deixe levedar até duplicar o volume. Depois estique a massa com um rolo. Coloque a margarina fria em pequenos pedaços e dobre a massa em 3, primeiro a parte de cima sobre a margarina e depois a parte de baixo. Rode 90º e volte a esticar com o rolo (tal como mostra nas fotos).

1ª foto - a margarina; 2ª foto, dobrada e rodada 90º; 3ª foto, esticada e pronta a dobrar novamente
Dobre novamente e volte a rodar. Faça esta operação 3 vezes. Na última vez, estique a massa, corte tiras e enrole (com o corte folhado virado para cima), até obter a forma de "esse". Coloque uma uva-passa em cada um dos lados e deixe levedar cerca de 30 minutos. Pincele com ovo e leve ao forno a 200º, até folhar e dourar.

* podem fazer apenas com farinha de trigo, se desejarem.
** eu optei por experimentar duas variantes para a mesma massa e embora folhar dê mais trabalho, em termos de sabor compensa.

11º edição do desafio Sweet World, dos blogs Lemon & Vanilla e Basta Cheio - "Lussekatter"


quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Esparguete cremosa com chouriço (light e integral)


Esta semana começou com uma gripe cá em casa que se espalhou com uma intensidade tal que ninguém lhe ficou indiferente. E graças à dita, a vontade de sair da cama desapareceu por completo e nestes dias a minha companhia têm sido os cobertores, chá quente, medicamentos e montes de lenços de papel. Uma verdadeira chatice, especialmente quando se está a chegar ao natal e existem compromissos para cumprir. Mas a coisa lá vai e espero estar pelo menos a meio gás para preparar tudo. E como só agora a vontade (força) de vir ao blog chegou, deixo-vos aqui uma massa que me deixou bastante satisfeita, bem cremosa e feita com massa integral, baseada nesta receita que tinha feito anteriormente. Mais um prato simples, rápido e que suja pouca louça, aprovado e para ser repetido, espero que gostem :)



Ingredientes (por pessoa):
- 65g de esparguete integral
- 200ml de leite magro
- 150ml de água
- 1/2 cebola pequena em meias-luas finas
- 1 pitada de sal
- chouriço em pequenos cubos ou rodelas qb
- queijo ralado qb

Leve ao lume um tacho com o chouriço e a cebola (sem adicionar gordura) e deixe tostar um pouco, mexendo para não queimar. Retire do tacho e reserve.
No mesmo tacho coloque o leite, a água e uma pitada de sal. Quando começar a fervilhar, junte a massa e deixe cozer até atingir o ponto de cozedura desejado (eu deixei o tacho destapado). No fim do tempo, junte a mistura de chouriço com cebola e o queijo ralado, envolva bem e sirva de imediato. 

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Ideias para a ceia de Natal ... as receitas salgadas

E se ontem deixei aqui algumas sugestões bem docinhas, hoje deixo algo mais salgado e confesso que geralmente me perco mais por esta parte no natal do que pelos doces :)
Se para muitos os doces de natal fazem salivar os palatos, para mim são as entradas e petiscos, especialmente na tarde do dia 25 que me enchem as medidas. Para quem é guloso como eu, aqui ficam algumas ideias para as vossas mesas também :)



domingo, 18 de dezembro de 2016

Ideias para a ceia de Natal ... as receitas doces

A menos de uma semana do natal e de toda aquela azáfama, os preparativos já se fazem sentir cá em casa e provavelmente em todas as casas portuguesas. Se há algo em que o português é bom, é mesmo na forma como recebe e nestas datas procuramos sempre ter tudo perfeito e ainda melhor que no ano anterior. Gostámos de dar o nosso melhor para que quem nos visita se sinta em casa e queira voltar. 
Por essa razão, tudo tem se ser planeado com antecedência para que corra pelo melhor e se possa desfrutar também do momento e da companhia (sim, porque nesse dia alguém acaba sempre por ser a criada e isso não pode acontecer). Sendo assim, deixo-vos aqui algumas sugestões bem doces para tornarem ainda mais gulosa a vossa mesa da consoada até porque dias não são dias e no natal as dietas não existem :)











Espero que gostem das minhas sugestões :) Sejam muito gulosos ...


sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Arroz doce de caramelo ... bem cremoso


Mais uma sugestão de natal mas que raramente está presente na mesa cá de casa. No entanto, é uma das sobremesas que se fazem por cá várias vezes ao longo do ano e que eu adoro comer ainda quentinho e bem cremoso. 
Um arroz doce bem guloso e cremoso para fazer parte de uma mesa de natal recheada de coisas boas.

Ingredientes:
- 200g de arroz carolino ou outro com goma (uso sempre o de risotto)
- entre 750ml a 1 litro de leite magro (consoante goste mais ou menos cremoso) 
- 80g de açúcar (pode aumentar se for guloso)
- 1 pudim de caramelo instantâneo
- 1 pau de canela
- canela em pó 

Coloque um tacho ao lume com duas medidas (do arroz) de água e o pau de canela. Quando levantar fervura, junte o arroz, mexa e deixe cozer até a água evaporar. 
Entretanto, dissolva o pudim instantâneo em metade do leite e reserve. Quando o arroz estiver sem a água, junte a mistura do leite com pudim e o açúcar, mexendo de vez em quando. Consoante o arroz for absorvendo o líquido, junte mais leite até obter o ponto desejado de cozedura e cremosidade do arroz. Quando estiver pronto, retire do lume e verta para tacinhas, polvilhe com canela e sirva morno ou frio.

Nota: se quiser tornar o arroz doce mais especial, em vez da canela polvilhe com açúcar e caramelize com um maçarico.


quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Paté rápido de delícias do mar


Cá em casa gostamos muito de entradas, coisas que sirvam para petiscar antes da refeição ou como complemento para um lanche/jantar. E muitas vezes, os patés são a minha escolha por serem muito rápidos de se preparar e geralmente todos gostarem. A minha sugestão de hoje é daquelas bem simples e perfeitas para quando surgem visitas inesperadas, já que se faz em 5 minutos. As quantidades são um pouco ao gosto de cada um ...


Ingredientes:
- palitos de delícias do mar
- queijo-creme light
- molho cocktail
- mostarda
- molho de piri-piri
- cebolinho fresco picado

Pique as delícias do mar em cubinhos bem pequenos. Coloque-os numa taça e misture os restantes ingredientes a gosto. Sirva com tostinhas ou pão torrado na hora, ainda quentinho.
Também fica óptimo como recheio de sandes, com alface, cenoura e ovo cozido.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Bacalhau com broa e migas de couve


Estamos a passos largos para as festas de final de ano e começam já os preparativos para esses dias. Por aqui, já se pensou em toda a doçaria de natal (a parte que nos ficou incumbida de fazer), a casa está decorada, os presentes quase todos prontos (só me falta comprar o do irmão mas que está bem complicado de escolher, aceito sugestões baratinhas), as ideias para a passagem de ano também estão encaminhadas, alguns petiscos de entrada já congelados para ser mais rápido na passagem de ano e as encomendas de natal recebidas para ter tudo pronto no dia.
Sendo assim, ando agora mais descontraída e tenho tempo para descansar estes dias e só pensar na azáfama do natal a partir de dia 23, altura em que andarei a correr de um lado para o outro, feita barata tonta. 
Mas como nem todos somos iguais e sei que existem pessoas que ainda não sabem muito bem o que fazer para a consoada, deixo-vos hoje mais uma sugestão, um prato que adoro e nunca consigo resistir, acompanhado por umas migas de couve que poderiam bem ser o meu almoço hoje, já que estou com uma fome que não aguento e o almoço, para não variar, está atrasado :D
As receitas de bacalhau nunca são demais e com o natal à porta existem tradições que permanecem cá em casa e amigos que nunca faltam na mesa como este fiel amigo dos portugueses. Mas se cá em casa a tradição mantém-se e sempre comemos o típico bacalhau cozido com batata, grelos e um molho de tomate fervido delicioso, existem outras casas em que se vai diversificando as receitas. A sugestão de hoje é para quem gosta de variar e posso garantir que vão gostar bastante. Quanto às quantidades, é um pouco ao gosto de cada um e da quantidade de pessoas que irão servir.



Ingredientes para o bacalhau:
- lombos de bacalhau
- broa de milho 
- dentes de alho picados
- cebola em meias luas finas
- batatas com casca 
- azeite
- sal e pimenta
- salsa picada

Para o bacalhau:
Comece por picar a broa com um pouco de alho e salsa fresca até obter um esfarelado homogéneo. Junte um pouco de azeite, sal e pimenta e envolva para ligar todos os ingredientes. Reserve.
Lave muito bem as batatas com a casca e leve-as a cozer em água temperada com sal até ficarem "al dente". Escorra, dê um murro e reserve.

Numa travessa de ir ao forno e à mesa coloque uma camada generosa de cebola cortada em meias luas finas e um pouco de alho picado. Tempere com um fio de azeite. Por cima desta, coloque os lombos de bacalhau e à volta as batatas. Regue com mais um pouco de azeite e tempere com uma pitada de sal e pimenta. Leve a assar até o bacalhau estar quase cozido. Nessa altura, retire do forno e espalhe a mistura de broa por cima do bacalhau, pressionando um pouco para aderir. Leve novamente ao forno até a broa dourar e sirva de seguida, acompanhado com as migas de couve.


Ingredientes para as migas:
- couve coração pequena
- broa de milho
- dentes de alho (seja generoso)
- 1 fio de azeite
- sal e pimenta qb

Para as migas de couve:
Leve ao lume uma frigideira com azeite e os dentes de alho picados. Quando a alho começar a diminuir de volume (não deixem queimar), junte a couve cortada em juliana bem fina e deixe cozinhar até estar "al dente". Acrescente a broa picada e tempere a gosto. Envolva bem, deixe refogar mais um pouco e sirva de seguida.


terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Japchae ... ou um prato de massa coreano


As viagens gastronómicas são algo que me fascina muito e quando não podemos ir aos locais, trazemos um pouco deles até a nossa casa através da cozinha. A sugestão que vos trago hoje foi uma dessas minhas viagens pelos aromas que me têm fascinado nos últimos tempos. 
A verdade é que na minha procura por novos sabores, acabei por descobrir a cozinha coreana e alguns pratos suscitaram-me bastante interesse, entre eles este, o Japchae.


O Japchae é um prato coreano feito com uma massa de amido, servida com vegetais e com carne (embora esta seja opcional). É um prato agridoce, geralmente servido como acompanhamento quente ou frio ou mesmo como refeição principal (como foi o meu caso), sempre presente em dias festivos. 
Segundo conta a história, foi confeccionado pela primeira vez no início do século XVII, quando o rei Gwanghaegun, da dinastia Joseon, organizou uma grande festa no seu palácio e um dos seus empregados criou este prato para satisfazer o paladar do rei. Como o rei adorou o prato, recompensou Yi Chung promovendo-o a hojo panseo (uma espécie de secretário do tesouro).

Embora cá em casa ninguém tenha sido promovido com este prato, ficou a vontade de conhecer um pouco mais desta cozinha e em breve outras receitas surgirão no blog. Quanto a esta, pelo que entendi, o uso dos vegetais é um pouco ao gosto de cada um, tanto na quantidade como na escolha por isso, a receita é apenas um ponto de partida . Espero que gostem e experimentem...



Ingredientes:
- glass noodles (é uma massa transparente, comprei no lidl) 
- 3 dentes de alho 
- 1 cebola 
- 1 cenoura
- 1/2 pimento vermelho
- 1 brócolo médio
- 150g de cogumelos
- 250g de carne de vaca para estufar
- molho de soja qb
- 1 colher (chá) de açúcar mascavado (usei 2 colheres de chutney de abóbora)
- 1 colher (chá) de erva-principe moída (opcional)
- sementes de sésamo qb
- cebolinho qb
- óleo de sésamo qb (usei azeite)

Corte os cogumelos em fatias. A cebola, a cenoura e o pimento corte em tiras finas e pique o alho. Corte os brócolos em raminhos e a carne em tiras finas.
Tempere a carne com o molho de soja, o açúcar e as sementes de sésamo. Deixe repousar cerca de 15 minutos.

Leve ao lume um tacho com água e uma pitada de sal, quando levantar fervura, retire do lume e coloque a massa dentro. Deixe repousar cerca de 5 a 10 minutos, mexendo de vez em quando para soltar. Quando estiver cozida, dê um corte com a tesoura (porque ela é muito comprida e assim facilita ao comer), escorra e coloque no recipiente que vai servir. Tempere com molho de soja e reserve.

Leve uma frigideira ao lume com um fio de óleo e cozinhe primeiro a cenoura, cebola e brócolos. Quando a cebola começar a amolecer, junte os cogumelos, o pimento e o alho. Tempere com molho de soja e erva-principe. Envolva bem e deixe cozinhar, tapado. Se necessário, junte um pouco de água para não ficar demasiado seco. Quando os legumes estiverem no ponto (não deixe cozinhar em demasia), coloque-os por cima da massa e reserve.
Na mesma frigideira, cozinhe a carne e envolva-a na massa. Junte o cebolinho cortado grosseiramente e rectifique o molho de soja, se necessário. Polvilhe com sementes de sésamo e sirva de seguida.


segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Pudim rápido de vinho do Porto


Os pudins começaram a ser um hábito este outono cá em casa. Não sei se por serem muito simples e rápidos de se fazerem ou se por todos gostarmos bastante, a verdade é que já foram várias as receitas testadas nos últimos meses. E hoje vem mais uma sugestão, desta vez adaptada do blog "Culinária dia a dia". Como sabem, tenho sempre de alterar um pouco as receitas e desta vez não foi excepção e assim saiu este pudim que se fez muito rápido e que ficou bastante saboroso, nada enjoativo e aprovado por todos. Será uma receita para repetir e, quem sabe, uma sugestão para fazer parte das vossas mesas de natal.



Ingredientes:
- 6 ovos
- 350ml de leite magro
- 100g de açúcar
- 1 colher (sopa) de amido de milho
- 3 colheres (sopa) de vinho do porto*
- caramelo líquido qb

Unte uma forma de pudim com o caramelo líquido. Misture todos os ingredientes até obter uma mistura homogénea, verta para a forma, tape e coloque na panela de pressão. Encha a panela com água até 1/3 da altura da forma e feche bem. Quando a panela começar a apitar, conte 15 minutos de cozedura e desligue. Deixe arrefecer por completo antes de desenformar.

* pode substituir o vinho do porto pela mesma quantidade de sumo de laranja, café expresso ou por uma colher (sopa) de aroma de baunilha.


domingo, 11 de dezembro de 2016

Resumo da semana ... as receitas #5

Hoje o dia esteve uma maravilha, tempo quente para a época, sol e nada de vento (o que aqui nesta zona nem sempre se encontra). Um verdadeiro dia de outono, perfeito para substituir o serão de sofá com manta, chá quente e filmes por uma simpática caminhada à beira-mar ao fim da tarde, com o pôr-do-sol como cenário. 





Mas como também chegamos a mais um domingo, deixo-vos aqui um resumo da semana, um pouco do que por aqui se vai comendo ... para que não percam nada, mesmo nada :)




sábado, 10 de dezembro de 2016

O natal cá em casa está assim ...

Todos os anos cabe-me a mim a decoração da árvore de natal, dos arranjos espalhados pela casa e da mesa de natal. E como vem sendo hábito, dia 1 de Dezembro (eu sei que este post está atrasado) a sala espalha-se de fitas, bolas, estrelas, tudo pelo chão na esperança de virem a fazer parte da decoração deste ano...
Por isso, ao som de músicas de natal, vai-se colocando uma bola aqui, uma estrela acolá e assim enchendo a casa com as cores desta época que tanto adoro. O resultado acaba sempre por ser o mesmo, uma decoração pontual em alguns sítios específicos, sem muitos exageros porque já dizia Mies Van der Rohe "menos é mais". E assim sendo, deixo-vos aqui os principais elementos decorativos deste ano no interior, embora existam mais alguns ... 

o pinheiro de natal com uns lacinhos feitos por mim e umas estrelas feitas pelo pai ...

o centro de mesa na sala de jantar ...

a sala de estar também merece algo (mesmo estando a dividir espaço com a sala de jantar) ...

a entrada da casa com um arranjo feito pela mãe (o azevinho é do nosso jardim) ...

e a cozinha também merece algo ...
Bom fim-de-semana para todos :)

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Bolinhos de grão e bacalhau


A receita de hoje é mais uma sugestão já a pensar nas entradas de natal. Mais uns salgadinhos que servem para petisco ou como refeição nos dias mais complicados, mas que ficaram muito saborosos e são bem simples de se fazer. Espero que gostem.


Ingredientes (para 20 bolinhas):
- 1 posta de bacalhau cozido
- 260g de grão de bico cozido (uma lata pequena)
- 1 dente de alho picado
- 1 cebola pequena picada
- salsa fresca picada qb
- 1 cenoura pequena ralada
- 1 folha de louro
- sal e pimenta qb
- 1 fio de azeite

Pique o grão de bico e o bacalhau. Refogue num fio de azeite a cebola, o alho, a cenoura e o louro. Quando os legumes amolecerem, junte o grão e o bacalhau, deixe refogar um pouco e retire do lume. Junte ao preparado anterior a salsa picada e tempere de sal e pimenta. Envolva muito bem. 
Forme bolinhas, passe por farinha, ovo batido e pão ralado (aromatizei com salsa seca picada). Frite em óleo quente ou leve ao forno para uma versão saudável. Escorra (no caso de serem fritos) e sirva como entrada ou acompanhados de arroz de tomate malandrinho, por exemplo, para uma refeição.

Se tiver Yammi:
Coloque no copo o grão e pique 10 segundos, velocidade 8/9. Retire e reserve. Faça o mesmo com o bacalhau e reserve. Sem lavar o copo, coloque a cebola e o alho, pique 10 segundos, velocidade 7. Com a espátula, rape as laterais do copo, junte o azeite, a cenoura e o louro e refogue 5 minutos, velocidade 1, temperatura 100º. Acrescente o grão e o bacalhau e programe mais 3 a 4 minutos. Retire do copo e junte ao preparado anterior a salsa picada e os temperos. Envolva todos os ingredientes até obter uma mistura homogénea. 
Forme bolinhas, passe por farinha, ovo batido e pão ralado (aromatizei com salsa seca picada). Frite em óleo quente ou leve ao forno para uma versão saudável. Escorra (no caso de serem fritos) e sirva como entrada ou acompanhados de arroz de tomate malandrinho, por exemplo, para uma refeição.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Crepes com gelado e marmelos em calda de especiarias


Eu adoro crepes, disso ninguém tem dúvidas (quem me conhece, claro) e volta e meia são a sobremesa ou até refeição cá em casa. Desta vez, com uns marmelos a olhar para mim na despensa surgiu a ideia de fazer esta sobremesa que me agradou tanto e que me fez lembrar que ainda estamos no outono, mesmo agora falando-se apenas no natal :)


Ingredientes:
- crepes (uso esta receita)
- gelado de baunilha
- marmelos
- açúcar
- água
- pau de canela
- estrelas de anis

Lave bem os marmelos e corte-os em oito gomos. Retire os caroços mas mantenha a casca. Coloque-os num tacho e cubra com água apenas até dois terços da altura dos marmelos. Junte as especiarias e um pouco de açúcar a gosto. Deixe cozinhar até os marmelos estarem bem macios. Retire do lume e sirva morno ou frio, com os crepes e o gelado. No final, regue os crepes com a calda dos marmelos.

Nota: eu gosto dos crepes bem finos mas para esta receita deixe-os um pouco mais grossos porque uma vez que serão regados com a calda dos marmelos, ficam mais saborosos.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...