sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Cozonac cu mac ( pão doce com recheio de papoila )


Quem me segue já sabe da minha adoração por viagens, sejam fisicamente ou pelos sabores. E se na maior parte das vezes não é possível ir aos locais, é através da cozinha que mais viajo, sozinha ou acompanhada. Por isso, desta vez convido-vos a embarcar nesta viagem comigo até à Europa central e de leste e conhecer um pão/bolo delicioso e bem diferente das nossas receitas portuguesas. Estou a falar-vos de uma receita comum em toda aquela área e popularmente confeccionada na época natalícia, embora se encontre facilmente nas padarias ao longo do ano.

Conhecido como um rolo de massa doce tem como recheios tradicionais o de sementes de papoila (o meu preferido) e o de nozes. Embora existam ligeiras alterações de país para país, os ingredientes base assim como a sua confecção é algo que não se altera.
Muito popular na Europa central e de leste, este pão acabou por ganhar diversos nomes, consoante o seu país: Hungria ( beigli ); Áustria ( mohnkuchen ); Polónia ( makowiec ); Roménia ( cozonac); entre outros ...


Sendo assim, a receita que vos trago hoje vem directamente da Roménia, país fortemente influenciado pela gastronomia húngara, com um recheio delicioso e diferente devido ao crocante das sementes. Posso mesmo afirmar que desde que provei o original queria testar cá em casa um. E agora chegou a altura, não só por estarmos no Natal mas também porque este mês a Susana e a Lia desafiaram-nos a fazer um "beigli" para o desafio "Sweet World". Embora eu tenha optado por um país vizinho, o resultado ficou fantástico e muito parecido com o que tinha provado, o que me fez pensar logo em colocar a mão na massa mais vezes já que este só durou 48 horas. Espero que gostem tanto como eu, apenas aviso que este pão torna-se algo viciante ...
   

Ingredientes da massa:
- 500g de farinha 65
- 125g de açúcar
- 50g de margarina ou manteiga
- 2 e 1/2 colheres (sopa) de óleo 
- 250ml de leite
- 2 ovos
- 12g de fermento de padeiro fresco (1/4 de um cubo)
- 1 colher (chá) de aroma de baunilha
- 1 colher (chá) de raspas de limão
- 1/2 colher (chá) de sal
- 1 gema de ovo batida para pincelar

Ingredientes do recheio:
- 200g de sementes de papoila
- 100g de açúcar
- 150ml de leite
- 1 colher (chá) de manteiga (não usem margarina)
- 1 colher (chá) de aroma de baunilha
- 1 colher (chá) de raspas de limão

Para a massa:
Comece por dissolver o fermento num pouco de leite morno. Bata os ovos e misture-os com o restante leite.
Numa taça grande coloque todos os ingredientes e amasse até obter uma massa homogénea. Deixe  a massa repousar cerca de 2 horas tapada em local quente (a massa tem de duplicar de volume).

Para o recheio:
Comece por lavar as sementes de papoila (coloco-as num passador de pano e passo por água corrente).
Coloque num tacho as sementes, o leite, a manteiga e o açúcar. Leve ao lume, mexendo levemente para não queimar. Quando o leite levantar fervura, junte a baunilha e o limão. Mexa sempre até que a mistura perca quase todo o líquido. Deixe esfriar.

Montagem:
Estique a massa com o rolo, numa bancada enfarinhada, até que fique com uma espessura fina. Espalhe o recheio de forma a cobrir toda a massa. Enrole com cuidado e transfira para um tabuleiro forrado com papel vegetal. Pincele com gema de ovo e leve ao forno pré-aquecido a 180º, durante cerca de 30 a 35 minutos (ou até a superfície dourar bem e as laterais estarem cozinhadas, cuidado para não deixar secar demais a massa). Depois de cozido, deixe arrefecer um pouco e depois transfira o bolo/pão para um prato de servir.


terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Ovos em neve ... ou nevados


Se ontem vos trouxe uma salada, hoje apareço com uma sobremesa que se tornou bem gulosa por cá. De origem francesa, foi pela Roménia que a conheci depois de tanto ouvir falar bem dela. Elogios atrás de elogios fizeram-me também a mim querer provar e o que vos posso dizer é que gostei bastante. Parente das nossas conhecidas farófias, os ovos em neve tornam-se a sobremesa perfeita para finalizar um almoço em família, especialmente se servidos bem frescos, e quem sabe fazer também parte da mesa de Natal, não acham? Por aqui vão ser repetidos, garanto!!!






Ingredientes:
- 1 litro de leite (de preferência gordo para melhor resultado)
- 6 ovos
- 150g de açúcar
- 1 colher (chá) de açúcar baunilhado
- 1 colher (chá) de aroma de baunilha

Comece por separar as gemas das claras. Bata as claras em castelo e depois de "levantadas", acrescente aos poucos 50g de açúcar e o açúcar baunilhado, batendo sempre. Estarão prontas quando ficarem bem firmes, com picos.
Aqueça o leite num tacho e quando estiver bem quente, cozinhe colheradas de claras batidas, cerca de 2 minutos de cada lado. Retire com cuidado para um prato e deixe arrefecer. Repita o processo até acabar com as claras.
Bata as gemas com o restante açúcar e o aroma de baunilha. Acrescente um pouco de leite para temperar a mistura e depois verta o preparado no leite, mexendo sempre em temperatura baixa até obter uma mistura cremosa. Depois de pronta, deixe arrefecer completamente.
Na hora de servir, distribua o creme por pratos fundos ou taças, coloque as claras cozidas por cima e sirva de seguida. Se quiser pode polvilhar com raspas de chocolate para um toque especial.



E se uns ovos nevados podem fazer parte da nossa mesa de Natal, o que acham de uns mexidos de Natal? A Ana (blogue "Cozinha da Anita") acha que sim e eu também, parecem deliciosos ...




segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Salada quente de batata e ovo


A tempestade Ana anda por aqui e ontem foi realmente um dia mesmo ventoso e chuvoso. Nestes dias assim de inverno o que mais me apetece é comer algo que me reconforte minimamente. E a sugestão de hoje foi uma receita que encheu e muito as minhas medidas quando a fiz num destes dias frios que temos sentido por cá. Oriunda da Transilvânia (a terra do Drácula), é um acompanhamento perfeito para carnes grelhadas ou peixe. Servida quente agora ou fria no verão, garanto que em ambos os casos fica uma delícia e é super fácil de se fazer. Não deixem de experimentar porque fica realmente saborosa.



Ingredientes:
- 5 batatas médias
- 3 cebolas médias
- 3 a 4 ovos
- 2 a 3 colheres (sopa) de vinagre de sidra
- sumo de 1/2 limão
- 1 fio de azeite
- sal e pimenta qb
- cebolinho fresco picado
- maionese qb (cerca de 2 a 3 colheres de sopa)

Comece por descascar e cozer as batatas e os ovos em água temperada com sal. 
Descasque as cebolas e corte-as em meias luas finas. Coloque-as numa taça, cubra-as ligeiramente com água a ferver, o vinagre e uma pitada de sal. Tape a tigela (eu coloco um prato por cima) e deixe descansar 15 minutos.
Quando as batatas estiverem cozidas, corte-as em cubos assim como os ovos. Coloque-as num recipiente fundo. Escorra as cebolas e junte às batatas. Acrescente um fio de azeite e a maionese. Envolva bem, polvilhe com o cebolinho picado, sal, pimenta e o sumo de limão. Envolva novamente e sirva de seguida.


E agora, continuando com as partilhas de sugestões para o Natal, deixo-vos aqui mais 2 sugestões que adorei ...

Para se inspirarem na hora de embalar os presentes aconselho-vos a espreitar o blogue "O prazer da cozinha"da Cláudia e verem todas as sugestões lindas de embrulhos de Natal que ela nos ensina a pôr em prática.


E se a questão é quererem ter um Natal mais saudável, que tal espreitarem um maravilhoso Tofu com broa que a Avelã do blogue "Creme de avelãs" nos sugere?




quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Compota de maçã e framboesas ... um presente comestível


Lá estamos nós a meio de mais uma semana e a caminhar a passos largos para o Natal. Sei que alguns adoram esta quadra (eu, por exemplo) e outros só esperam que passe o mais rápido possível. E como cá em casa a época natalícia começa sempre a 1 de dezembro, a partir de agora o meu espírito entra automaticamente em modo "natal". Adoro todas as decorações, as músicas (algumas até algo pirosas), a decoração da mesa, a preparação dos doces e até o filme "Sozinho em casa" como companhia na véspera de Natal enquanto estou na cozinha a preparar os doces e a aromatizar a casa com aromas deliciosos. Mas se existe algo que não gosto é mesmo da parte dos presentes. Detesto ter de adivinhar o que as pessoas gostam ou necessitam e fico sempre nervosa com a reacção delas ao abrir os embrulhos. Além disso, também detesto receber. Eu sei que é estranho mas não é algo que me entusiasme. Acho que a febre dos presentes me passou depois da adolescência.
No entanto hoje venho-vos falar de um tipo de presente que adoro receber - presentes comestíveis. Gulosa como sou, não podiam ser outros, não é? E como hoje chegou também a minha vez de publicar na rubrica que já vos falei, a rubrica "A preparar o natal 2017", trago comigo uma compota de maçã e framboesas que fica deliciosa até para comer à colherada. Espero que gostem e quem sabe, seja algo para adicionarem aos vossos cabazes de Natal.






Ingredientes:
- 600g de maçã descascada em cubos
- 100g de framboesas congeladas
- 250g a 300g de açúcar 
- sumo de 1/2 limão

Método Yammi:
Colocar todos os ingredientes no copo e triturar 10 segundos na velocidade 5. Cozinhar depois 30 minutos na velocidade 1 a 100ºC, utilizando o cesto para tapar o buraco em vez do copo. No final do tempo, triturar mais 10 segundos, na velocidade 6. 
Verter para frascos esterilizados e deixar arrefecer os frascos virados ao contrário (costumo deixar assim durante 24 horas).

Método tradicional:
Colocar todos os ingredientes num tacho, triturar ligeiramente com a varinha mágica e deixar cozinhar até atingir a consistência de compota (coloque um pouco da compota num prato e passe o dedo sobre ela, se a compota não voltar a juntar-se, formando uma estrada, está no ponto). No final, triture novamente para ficar mais homogénea. 
Verter para frascos esterilizados e deixar arrefecer os frascos virados ao contrário (costumo deixar assim durante 24 horas).


E como não sou a única a partilhar, deixo-vos aqui um bolo rainha saudável, feito pela Sílvia (da página de facebook "As minhas perdições") que me parece ser uma delícia e irá estar presente na minha mesa de Natal também ...



segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Bolo de maçã e canela


Com o frio que se está a fazer sentir só penso mesmo em coisas para me manter quente. É chá quente, manta nas pernas, casacos e cachecóis quando se coloca o nariz fora da porta, comidas reconfortantes e claro, forno ligado com um bolinho lá dentro. Este último, além de aquecer a casa e reconfortar o estômago, também aromatiza a casa por isso é claramente uma excelente solução nestes dias frios, não acham? 
Eu sei que ainda estamos agora a começar a semana e geralmente a desintoxicarmos o corpo das asneiras do fim de semana mas um bolo simples nunca fez mal a ninguém e assim podemos ter um docinho durante toda a semana para acompanhar a bebida quente que nos aquece. Só desculpas para comer gulosices, eu sei ...






Ingredientes:
- 2 chávenas de farinha com fermento
- 1 e 1/2 chávena de açúcar
- 3 ovos
- 3 maçãs 
- 1 e 1/2 chávena de leite
- 1 colher (chá) de canela em pó
- 2 colheres (sopa) de vinho do Porto
(usei como medida uma chávena de 240ml)

Descasque as maçãs, retire o caroço e corte em cubos pequenos.
Bata os ovos com o açúcar até obter um creme. Acrescente a canela, o leite, o vinho do porto e a farinha. Bata até que fique uma massa homogénea. 
Unte um tabuleiro com manteiga e polvilhe com farinha (ou forre com papel vegetal para ser mais rápido). Verta a massa e espalhe as maçãs por cima da massa. Leve a assar no forno pré-aquecido a 180º durante 45 minutos ou até o teste do palito sair seco.
Desenforme, polvilhe com açúcar em pó e corte em cubos.


E hoje temos mais uma partilha de Natal da rubrica A preparar o Natal 2017 e desta vez a sugestão bem directamente do blogue "Receitas e truques da Clarinha", que nos traz uma sugestão de peixe e uma de carne. Por isso venham deliciar-se com um bacalhau espiritual (que eu adoro) e um rolo de carne recheado com farinheira e espinafres. Que delícía, nem sei qual escolher!!!

    

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Vamos às compras? - Natal 2017

Já chegamos ao dia 1 de Dezembro e para mim é quando começa oficialmente a época natalícia. A partir de agora começam as decorações de natal, os preparativos para a festa e claro, a última corrida para as compras de presentes. E é a pensar nesta última que vos venho hoje falar.
Não sei como é com vocês nesta altura do ano mas eu acabo sempre por fugir às confusões das lojas e opto quase sempre por comprar online, aproveitando muitas vezes  grandes descontos mas acima de tudo, ganhando muito tempo e eliminando o stress que provém de lojas apinhadas de gente e a procura de artigos em montes desarrumados. 
E nesta minha procura por lojas online, resolvi este ano experimentar o site Showroomprive.pt  depois de ver tanta publicidade na tv. O site está muito bem organizado por marcas e vai mudando as promoções o que nos permite ter um grande leque de opções com descontos enormes. Depois de colocarmos tudo no carrinho, o método de entrega e pagamento também é muito fácil de se efectuar e num instante tinha a minha encomenda validada.


Mas agora vocês estão a perguntar-se: "e o que temos nós a ver com as tuas compras?"
Bem, como adorei a experiência, quero também que mais pessoas possam tirar partido de umas compras descontraídas e por isso tenho para vos oferecer 10 CÓDIGOS de 20% de DESCONTO acumuláveis com os descontos do site para usarem no site Showroomprive.pt  na vossa primeira compra e aproveitarem para fazer as compras de Natal sem correrias. Para isso, basta mandarem-me um email para carlaramalho_arq@hotmail.com com o assunto "quero um código showroomprive" e depois é só começarem a poupar. Vamos às compras sem stress?


E como estamos a falar de Natal, que tal mais duas partilhas deliciosas para a vossa mesa de Natal? A primeira é da Ana (blogue Petiscana) com umas rabanadas que me parecem deliciosas.
E não menos delicioso, temos a Joana (blogue As receitas da mãe galinha) que nos traz um sal aromatizado para grelhados como ideia para encher o nosso cabaz de Natal. O que acham destas receitas, deliciosas não é?




terça-feira, 28 de novembro de 2017

Pudim de ovos


Pudim, a sobremesa mais antiga de que me lembro, que me acompanhou sempre na infância e ainda me deixa bem satisfeita nos dias de hoje. Existem de diversos sabores, com buracos ou sem eles, em formas caneladas ou lisas, mas o que todos têm em comum é o seu sabor docinho e aquela calda de caramelo que faz muita gente lamber o prato. 
Por isso, não foi difícil decidir que receita trazer para o desfile do "Cantinho das Cozinheiras" (grupo do facebook que propôs este mês confeccionarmos receitas de uma lista de blogues, visando a época natalícia). A minha sugestão de pudim de ovos veio directamente do blogue da Ana, "Cozinha da Anita" e desapareceu tão rápido que nem tempo tive para tirar uma fatia do interior. Espero que gostem e quem sabe o levem também para a vossa mesa de Natal, porque na minha provavelmente marcará presença.





Ingredientes:
- 5 ovos
- 500ml de leite
- 150g de açúcar 
- caramelo líquido qb

Unte com caramelo uma forma de pudim (com tampa).
 Bata ligeiramente os ovos com o açúcar, incorpore o leite e verta para a forma. Dê 2 pancadas com a forma na bancada (para eliminar bolhas de ar que se tenham formado), tape e coloque dentro de uma panela de pressão. Coloque água até metade da forma, feche a panela e depois de esta começar a apitar, baixe a temperatura e conte cerca de 25 minutos. 
Deixe arrefecer por completo e leve ao frigorífico para solidificar melhor. Desenforme depois de bem frio.



E hoje temos mais uma partilha de sugestões de Natal. Desta vez a escolha recai sobre o blogue "A casinha das bolachas" onde a Ana nos deixa um bacalhau com broa e espinafres como sugestão para almoço ou jantar de Natal. Convido-vos a espreitar a receita, parece-me ser mesmo deliciosa.
Quem ficou já com fome?
Eu ...



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...