quinta-feira, 26 de abril de 2018

Croquetes de atum


Se existe algo que adoramos cá em casa são salgadinhos. Eu sei que fazem mal à saúde mas vá lá, de vez em quando tudo se pode comer e se os comermos de forma equilibrada, com uma salada, por exemplo, atenua-se assim o seu mal para a saúde. 
Sendo assim, hoje trago-vos uns croquetes que surgiram um pouco por improviso e para variar da receita que costumo fazer cá em casa. Ficaram bastante saborosos e perfeitos com uma salada agora para os dias mais quentes (que parece que não vieram para ficar, infelizmente) mas também ficam óptimos com um arroz malandrinho de tomate, feijão ou grelos. Espero que gostem e experimentem um dia destes já que são tão fáceis de se fazer.


Ingredientes:
- 2 latas de atum escorrido (uso "ao natural")
- 1/2 colher (sopa) de azeite
- 1/2 cebola média picada 
- 2 dentes de alho picados     
- 150ml de leite
- 3 colheres (sopa) de farinha
- 1 colher (sopa) de polpa de tomate
- sal e pimenta qb
- salsa fresca picada qb
- sumo de limão qb
- ovo batido, farinha e pão ralado para finalizar

Refogue a cebola e os alhos no azeite até que a cebola fique translúcida. Nessa altura, acrescente o atum e a polpa de tomate. Deixe refogar um pouco e depois acrescente a farinha, envolvendo bem. Aos poucos, vá acrescentando o leite, mexendo sempre até que obtenha um creme que descole do tacho. Tempere com sal, pimenta, a salsa picada e um pouco de sumo de limão. Retire do lume e passe a mistura para um prato fundo. Cubra a superfície com película aderente e deixe arrefecer por completo (eu deixo 3 a 4 horas no frigorífico). 
Depois de frio, molde pequenos croquetes ou bolinhas, passe-os por farinha, ovo batido e por fim, pão ralado. Frite em óleo bem quente e sirva de seguida, decorados com gomos de limão.


quarta-feira, 25 de abril de 2018

Bolinhos de arroz


Dia 25 de abril, feriado nacional e dia da liberdade. Sendo eu uma década mais nova que a data que este dia representa, nada posso falar sobre a liberdade ou falta dela naquela altura. Apenas ouço histórias de como se vivia, umas falam bem outras mal, como tudo na vida. A única coisa que posso dizer é que a liberdade não é igual para todos e de dia para dia vejo mais escravidão camuflada, racismo e violência, tudo menos liberdade na sua plenitude. E como a liberdade de uns termina quando invadem o espaço de outros, ainda temos um longo caminho pela frente para tornar este mundo um local livre para todos. 
Mas desabafos à parte, hoje venho trazer-vos mais uma receita resultado do desafio mensal "A cozinhar com ..." e depois de cuscar o blogue escolhido para este mês, "A pimenta rosa", resolvi experimentar uns bolinhos de arroz para o lanche já que continuam a ser um dos meus bolos preferidos das pastelarias. Quanto ao resultado, ficaram uns bolinhos fofos e com um sabor muito agradável. Espero que gostem também e quem sabe, façam parte do vosso lanche neste feriado.



Ingredientes:
- 4 ovos
- 100g de farinha de arroz
- 150g de farinha de trigo 
- 1 colher (chá) de fermento em pó 
- 30g de margarina derretida
- 150g de açúcar
- 150ml de leite
- 50ml de óleo

Bater os ovos com o açúcar muito bem. Juntar o leite e a margarina, batendo mais um pouco. A seguir, acrescentar as farinhas, o fermento e por fim o óleo, batendo mais um pouco.
Verter para forminhas de queques forradas com papel vegetal (ou formas próprias para bolos de arroz), polvilhar a superfície da massa com um pouco de açúcar e levar a cozer em forno pré-aquecido a 180º durante cerca de 25 minutos. Convém fazer o teste do palito.



sexta-feira, 20 de abril de 2018

Mousse de chocolate e café


Se existe sobremesa que quase todos gostam é de mousse de chocolate. Digo "quase todos" porque eu sou uma das poucas pessoas que não aprecia. Diria que é sempre a última sobremesa a ser escolhida por mim e só mesmo a baba de camelo consegue ficar atrás (eu sei que sou esquisita ...). Mas a minha falta de gosto não implica que a faça de vez em quando para a família. Por isso, se forem apreciadores deste doce, garanto que vão gostar desta minha versão tanto como os comensais cá de casa (ou pelo menos espero). Bom fim-de-semana ...
  

Ingredientes:
- 4 ovos
- 200g de chocolate de culinária 
- 3 colheres (sopa) de açúcar (nem sempre coloco)
- 30g de manteiga
- 1 café expresso
- 2 folhas de gelatina (se gostar da mousse firme)
- 200ml de natas para bater
- 2 colheres (sopa) de açúcar
- bolacha ralada e raspas de chocolate para decorar

Coloque as folhas de gelatina a demolhar em água fria durante 5 minutos. Passado esse tempo, escorra e leve a derreter no microondas durante 10 segundos. Mexa com uma colher para ter a certeza que está toda derretida e reserve.
Parta o chocolate em pedaços pequenos e coloque-os numa taça juntamente com a manteiga e o café. Leve a derreter em banho-maria, mexendo de vez em quando. Entretanto, separe as gemas das claras e bata as gemas com as 3 colheres de açúcar até obter um creme esbranquiçado. Bata também as claras em castelo bem firme.
Depois do chocolate derretido, verta-o em fio nas gemas e mexa até obter um creme homogéneo. Com cuidado, envolva as claras em castelo com uma espátula e depois de bem misturado junte a gelatina derretida e envolva mais um pouco. Verta para tacinhas ou para uma taça familiar, polvilhe com bolacha ralada e leve ao frigorífico até solidificar (pelo menos 3 horas). 
Entretanto, bata as natas com o restante açúcar até obter um chantilly firme. Cubra as taças com o chantilly (pode usar um saco de pasteleiro para ficar mais bonito) e decore com raspas de chocolate.
Mantenha no frio até à hora de servir.


terça-feira, 17 de abril de 2018

Esparguete com chouriço, pimento e queijo da ilha


Quem me segue sabe da minha paixão por receitas simples, rápidas, cheias de sabor e, se possível, económicas também. Além disso, tenho uma paixão por tudo o que seja italiano (tenho a certeza que tenho uma costela italiana, lol). Assim sendo, ao alinhar todas as minhas paixões, cheguei a esta massa deliciosa que se queria rápida e cheia de sabor. Tenho de confessar que o sucesso também esteve na escolha de ingredientes com qualidade mas posso dizer que todos adoraram e até repetiram. Um prato perfeito para os dias corridos da semana ...



Ingredientes:
- massa esparguete (usei cerca de 350g)
- 1/2 chouriço de carne (em cubos ou rodelas)
- 1/4 chouriço mouro (em cubos ou rodelas)
- 3 colheres (sopa) de polpa de tomate 
- 2 colheres (sopa) de vinho branco
- 1/2 de pimento vermelho em cubos
- 1/2 cebola em lâminas finas
- 2 dentes de alho picados
- 1 folha de louro
- sal e pimenta qb
- queijo da ilha ralado qb
- cebolinho fresco picado qb
- 1 fio de azeite

Comece por cozer a massa num tacho com água temperada com sal. Depois de cozida, escorra e reserve. Reserve a água da cozedura também.
Entretanto, leve uma frigideira ao lume e refogue a cebola, o alho e o louro num fio de azeite. Quando a cebola amolecer, junte o pimento e o chouriço e deixe fritar o chouriço até que este solte a gordura. Nessa altura, acrescente o vinho, a polpa de tomate e tempere de sal e pimenta, deixe refogar um pouco e se necessário, acrescente um pouco de água (da cozedura da massa). Junte a massa, o queijo e envolva muito bem para que os sabores se misturem. Se estiver muito seco, acrescente um pouco da água da cozedura da massa. Salpique com o cebolinho picado e sirva de seguida.


sexta-feira, 13 de abril de 2018

4 ideias para o fim de semana


Se existe uma altura da semana em que gosto de cozinhar é ao fim de semana. Temos mais tempo e podemos "não pensar" tanto nas calorias. Por isso, acabo por recorrer a estes dois dias para brincar na cozinha e experimentar coisas novas. Mas isso não implica uma pré-preparação e geralmente programo com antecedência tudo o que quero experimentar. A pensar em todas as pessoas que pensam como eu, deixo hoje aqui 2 refeições e 2 sobremesas que adoro para vos inspirar ... bom fim de semana, que parece ser novamente de chuva. 


  

terça-feira, 10 de abril de 2018

Pasca ... um pão da Páscoa romeno


Hoje trago-vos uma receita que me conquistou desde a primeira garfada. Um pão doce, super fofo e com um extra composto por um creme delicioso. Uma espécie de cheesecake dentro de um pão.
Este pão é uma receita típica da Roménia, confeccionada sempre na época da Páscoa e tal como lá, também foi presença na nossa mesa. Uma receita a repetir mais vezes, isso é certo. Espero que gostem e faça tanto sucesso como fez cá em casa.



Ingredientes da massa:
- 540g de farinha tipo 65
- 240ml de leite
- 50g de manteiga derretida
- 30ml de óleo
- 1 colher (chá) de aroma de baunilha
- 1 colher (chá) de sal
- 80g de açúcar
- 1 ovo
- 12g de fermento de padeiro fresco
- 1 colher (sopa) de leite

Ingredientes do recheio:
- 350g de queijo ricota (pode usar também quark ou cream cheese)
- 2 ovos
- 1/3 chávena de açúcar (80g)
- raspa de meio limão pequeno
- 1 colher (sopa) de rum
- 2 colheres (sopa) de sultanas
- 1 colher (sopa) de mel dissolvido num pouco de leite



Comece por preparar a massa: 
Dissolver o fermento na colher de leite.
Colocar na cuba da MFP primeiro os ingredientes líquidos e depois os secos, terminando com o sal. Programar "amassar e levedar" que dura cerca de 1:50h. Ao fim desse tempo, dividir a massa em 4 partes iguais. 
Colocar um aro num tabuleiro forrado com papel vegetal (uso o aro de uma forma de fundo amovível). Esticar uma das partes da massa e cobrir o fundo do aro. Com a restante massa, fazer 3 rolos compridos e formar uma trança. Colocar essa trança à volta do aro (no interior do aro), formando assim uma espécie de taça de massa. Deixar levedar mais 40 minutos.
Depois de levedada, verter o recheio no centro da massa e levar ao forno, pré-aquecido a 190ºC, durante 15 minutos. Depois baixar a temperatura para 170ºC e deixar cozer mais 45 minutos ou até que esta fique dourada e o recheio levemente firme. 
Retire do forno, elimine o aro e pincele a massa com o mel. Deixe arrefecer completamente antes de servir. 

Para o recheio, coloque numa taça a ricota, os ovos e o açúcar. Envolva bem até incorporar tudo, acrescente a raspa de limão, o rum e as passas, mexa mais um pouco. Verta no centro da massa.


Caso não tenha MFP, pode fazer a receita num robot de cozinha ou mesmo amassar à mão, tendo o cuidado de deixar a massa elástica antes de a deixar levedar cerca de 2 horas ou triplicar o volume.


segunda-feira, 9 de abril de 2018

Arroz de pato fingido ... um arroz de frango no forno


Arroz de pato é algo que simplesmente não gosto. Não do arroz em si mas do pato. Não há forma de gostar desse animal simpático, por muito que tente (e olhem que já tentei muito). Por essa razão, são raras as vezes que cá em casa se faz um arroz de pato digno, ou melhor, verdadeiro. E desta vez não foi diferente e saiu mais uma versão "prima" do tão tradicional prato português.
O que posso dizer é que feito com frango do campo já adoro, como e repito vezes sem conta. Por isso, hoje deixo-vos uma receita que ficou simplesmente deliciosa e que quase não chegou para abastecer as barrigas esfomeadas de quem comeu. Espero que gostem tanto como eu ... 

 

Ingredientes:
- 1/2 frango do campo (partido em pedaços pequenos e limpo de peles)
- 1 chouriço corrente
- 1/2 chouriço mouro
- 1 cebola
- 3 dentes de alho
- 1 folha de louro
- 3 pés de salsa fresca
- 150ml de vinho tinto
- azeite qb
- 900ml de água quente
- 400g de arroz (uso o agulha)
- 2 cubos de caldo de galinha 
- sal qb

Método robot de cozinha Yammi:
Coloque a cebola e o alho no copo com a lâmina de corte e pique 10 segundos na vel.5. Troque para a lâmina de mistura. Com a espátula, baixe a cebola que ficou nas laterais do copo, junte o azeite e refogue 5 minutos na vel.1, temperatura máxima ST.
Acrescente o frango, o louro, a salsa, os chouriços, o vinho e os caldos de galinha. Cozinhe durante 30 minutos, vel.1, temperatura máxima. A meio da cozedura acrescente cerca de 100ml da água quente. No final do tempo, retire o frango e os chouriços. Reserve o caldo da cozedura no copo. 
Coloque o arroz no cesto e coloque-o no copo, acrescente um pouco de sal e verta a restante água. Cozinhe mais 18 minutos, vel.3, temperatura máxima, tendo o cuidado de ir mexendo o arroz com um garfo de vez em quando através do bocal.
Entretanto enquanto espera, desfie o frango, corte uma parte do chouriço em rodelas e o restante em cubos. Pincele com um pouco de azeite um recipiente fundo que possa ir ao forno e à mesa.
Depois do arroz cozido espalhe metade no recipiente, depois espalhe o frango desfiado e o chouriço em cubos. Cubra com o restante arroz e decore com as rodelas de chouriço. Verta um pouco do caldo da cozedura sobre o arroz (para que não fique seco) e leve ao forno (pré-aquecido a 220ºC) durante 10 minutos. Sirva de seguida.

Método tradicional:
Pique a cebola e os alhos. Refogue-os num fio de azeite até que a cebola fique translúcida.
Acrescente o frango, o louro, a salsa, os chouriços, o vinho e os caldos de galinha. Cozinhe durante cerca de 30 minutos ou até a carne ficar cozida. Acrescente água sempre que necessário. No final do tempo, retire o frango e os chouriços. Reserve o caldo da cozedura. 
No mesmo tacho, cozinhe o arroz numa proporção de 1 medida de arroz para 2,5 de água. Não deixe o arroz secar.
Entretanto enquanto espera, desfie o frango, corte uma parte do chouriço em rodelas e o restante em cubos. Pincele com um pouco de azeite um recipiente fundo que possa ir ao forno e à mesa.
Depois do arroz cozido espalhe metade no recipiente, depois espalhe o frango desfiado e o chouriço em cubos. Cubra com o restante arroz e decore com as rodelas de chouriço. Leve ao forno (pré-aquecido a 220ºC) durante 10 minutos. Sirva de seguida.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...