segunda-feira, 28 de outubro de 2019

Polvo em molho verde

Existem receitas que já são clássicos que todos fazemos em casa ou que pelo menos adoramos que outros nos façam. E a receita que trago hoje é um exemplo disso, algo que quase todos sabem fazer mas nunca é demais deixar a versão que fazemos cá em casa. Simples, fresco e rápido de se fazer, o polvo em molho verde pode ser servido como petisco ou prato principal e sabe muito bem nesta altura do ano em que se quer refeições mais leves e fresca.


Ingredientes:
- 1 polvo (cerca de 1,5kg)
- 1 cebola inteira
- 1 cebola picada finamente
- 1 raminho de salsa fresca picada
- azeite, vinagre e sal
- batatas cozidas

Comece por cozer o polvo com a cebola inteira. Para isso eu coloco numa panela de pressão o polvo bem lavado e a cebola (sem adição de água). Fecho a panela e conto 15 minutos depois de começar a apitar de forma constante. Desligo, retiro a pressão e retiro o polvo. (a água que o polvo larga pode congelar e mais tarde usar para fazer um arroz, por exemplo).
Corte o polvo em pedaços mais pequenos e coloque-os numa travessa de cservir. Coza as batatas em água temperada com sal e depois de prontas, coloque-as também na travessa juntamente com o polvo.
Para o molho verde, pique finamente a cebola e a salsa. Tempere com azeite, vinagre e sal e envolva bem. Verta sobre o prato e sirva de seguida.

PS: para o molho costumo usar 3 medidas de azeite para uma de vinagre.


sexta-feira, 25 de outubro de 2019

Torta húmida de limão

Embora o tempo nem sempre nos permita fazer tudo o que gostamos, existem algumas coisas que tentamos sempre cumprir e os desafios mensais do cantinho das cozinheiras, um grupo de facebook que em que participo, é uma delas. 
E como hoje é dia 25, é dia de mais um desfile de receitas e desta vez optei por um doce já que o fim de semana está mesmo à porta, uma torta bem fresca de limão é a sugestão perfeita, não acham?
A receita veio diretamente do blog "O Pecado da Gula", toca a ir fazer uma visitinha, tem receitas muito saborosas ...


Ingredientes:
- 180g de açúcar (na receita original leva 250g)
- 2 colheres (sopa) rasas de farinha de trigo
- 6 ovos
- raspa de 1 limão grande
- sumo de 1 limão grande (cerca de 100ml)
- 60g de margarina derretida

Unte um tabuleiro com manteiga e forre-o com papel vegetal (assim ele fixa melhor na forma). Pré-aqueça o forno a 200ºC.
Numa taça, coloque os ovos inteiros, o sumo de limão e a margarina. Bata com a batedeira até obter uma mistura homogénea. Noutra taça, misture os ingredientes secos. Aos poucos, batendo bem entra cada adição, vá misturando os secos aos liquidos. Tenha atenção para não deixar grumos.
Verta o preparado no tabuleiro e leve ao forno cerca de 20 minutos ou até que doure e esteja cozida. Depois de pronta, desenforme  com cuidado, puxando o papel vegetal e com a ajuda deste, enrole a torta de forma a ficar um rolo apertado. deixe arrefecer ainda com o papel vegetal por cima. Depois  coloque num prato de servir e decore a gosto.
Eu servi à sobremesa com um pouco de chantilly, ficou perfeito.


quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Croquetes de courgette e cenoura

Quem me segue já sabe que eu adoro experimentar coisas novas. E um destes dias, surgiu cá em casa uma saca cheia de courgettes e a ideia de fazer umas "croquetas de calabacin" que é como quem diz, uns croquetes de courgette. A ideia ficou logo na cabeça e aqui vos trago a minha versão, na qual ainda juntei cenoura para lhes dar uma cor extra. Uma sugestão saborosa para quem quer uma refeição mais leve, sem carne ou peixe. Por aqui, gostamos muito. 


Ingredientes:
- 1 courgette média
- 1 cenoura média
- 1 cebola
- 1 dente de alho
- 2 colheres (sopa) cheias de farinha
- cerca de 250ml de leite
- sal e pimenta qb
- um fio de azeite
- ovo batido e pão ralado
- óleo para fritar qb

Comece por ralar a cenoura e a courgette (nesta mantenho a casca). Pique finamente a cebola e o alho.
Num tacho, refogue num fio de azeite a cebola e o alho até que a cebola fique transparente. Nessa altura, acrescente a courgette e a cenoura e deixe refogar cerca de 5 minutos mexendo de vez em quando. Acrescente a farinha e envolva bem. Por fim, acrescente o leite, pouco a pouco, mexendo sempre. Tempere com sal e pimenta e mexa sempre até que o creme se descole do fundo do tacho.
Verta a mistura para uma travessa, cubra com película aderente e deixe arrefecer completamente. Coloque no frigorífico pelo menos duas horas (eu deixo sempre durante a noite).
Depois do creme frio e solido, corte em quadrados e forme pequenos croquetes. Passe-os por ovo batido e por fim por pão ralado. Leve a fritar em óleo bem quente. Escorra sobre papel absorvente e sirva como entrada ou como refeição principal com um arroz malandrinho de tomate ou feijão.


sexta-feira, 11 de outubro de 2019

Pão de beterraba... uma espécie de bolo do caco cor de rosa


Olá a todos... 
Depois de uma longa pausa aqui no blogue, hoje trago-vos uma receita de pão que tinha debaixo de olho depois de ter visto a ideia num restaurante. Quem me conhece, sabe que só descanso quando coloco em prática as ideias e por isso, lá fui eu para a cozinha testar mais uma experiência. Resultado: um pão com uma cor bonita, fofo e com um sabor suave a beterraba. Fiquei fã e espero que vocês também fiquem...
 

Ingredientes:
- 250g de beterraba cozida triturada
- 200 a 250ml de leite
- 700g de farinha de trigo 65
- 1 ovo
- 12g de fermento de padeiro fresco
- 1 colher (sopa) de açúcar
- 1 colher (sopa) de vinagre
- 1 colher (chá) de sal
- 1 colher (sopa) de manteiga

Dilua o fermento num pouco de leite. Triture a beterraba com o restante leite. Coloque na máquina de fazer pão os ingredientes líquidos, depois os secos e por fim o sal. Programe a máquina para amassar e levedar (são cerca de 2horas).
Depois de finalizado o tempo. Divida a massa em 14 partes iguais, molde bolas e depois achate-as. Deixe levedar mais 30 minutos a 1hora. Aqueça uma frigideira antiaderente e cozinhe os pães em lume médio a brando até que dourem de ambos os lados. Deixe arrefecer sobre uma rede.

Caso não tenha a maquina, pode amassar a massa num robot de cozinha ou mesmo à mão até obter uma massa elástica. Depois deixe levedar num recipiente tapado até que triplique o volume.


terça-feira, 23 de julho de 2019

Bolachas de aveia e amendoim


Depois de uma longa pausa aqui no blogue hoje trago-vos uma sugestão para quem anda a pensar na dieta mas continua a precisar de um doce. Fáceis de se fazer, nutritivas e muito saborosas, são perfeitas para levar na mala naqueles dias em que a fome aperta. Além disso, não se consegue comer apenas uma, garanto ... 



Ingredientes:
- 80g de flocos de aveia
- 80g de açúcar amarelo (eu costumo colocar apenas 40g mas para os gulosos aconselho as 80g) 
- 1 ovo M
- 15g de manteiga derretida (uso sempre magra)
- 3 colheres (sopa) de amendoins picados grosseiramente

Pré-aquecer o forno a 180ºC. Forre um tabuleiro com papel vegetal.
Misturar os flocos de aveia com o açúcar e o sal. Bater o ovo até aumentar de volume, acrescentar a manteiga e bater mais um pouco. Adicionar a mistura de aveia e por fim o amendoim.
Forme bolinhas e coloque-as num tabuleiro, afastadas umas das outras. Achate-as ligeiramente e leve-as a assar durante cerca de 20 minutos (ou até dourarem e a humidade ter secado).
Deixe arrefecer sobre uma grelha.


sexta-feira, 5 de julho de 2019

Pudim de laranja


Os pudins são uma das sobremesas que geralmente todos gostam. Talvez por ser algo associado à nossa infância (quem não se lembra do pudim da mãe, da avó, da tia ou mesmo daquela vizinha que teimava em convidar-nos para provar um bocadinho), os pudins fazem parte da tradição portuguesa. E cá em casa não somos diferentes, por isso de vez em quando lá sai mais um pudim ... desta vez de laranja ... por ser mais fresco e em nada enjoativo. Espero que gostem.

Ingredientes:
- 5 ovos
- 1 laranja (sumo e raspa)
- 1 colher (sopa) de amido de milho
- 4 colheres (sopa) de açúcar
- 700ml de leite

Unte uma forma de pudim com caramelo líquido e reserve.
Dissolva o amido de milho num pouco de leite. Misture com uma vara de arames o sumo e raspa da laranja, o açúcar, os ovos, o leite e o amido de milho. Verta para uma forma untada com o caramelo líquido, feche e coloque numa panela de pressão. Acrescente água no fundo da panela (até cerca de 1/3 da altura da forma). Feche a panela e depois de começar a apitar, conte 25 minutos e desligue. Desenforme depois de frio.

terça-feira, 25 de junho de 2019

Frango à paulista


Depois de uma grande pausa aqui no blogue por falta de tempo infelizmente, hoje não podia deixar de participar no desafio do dia 25, "a cozinhar com ...". E como hoje faço anos, resolvi escolher esta receita da nossa Patrícia, do blog "As receitas da Piteca" para o almoço cá em casa. Como resultado, posso dizer que ficou um frango delicioso, bem ao meu gosto e com um toque aromático subtil. Vai ser para repetir mais vezes.


Ingredientes:
- 1 frango cortado em pedaços
- 2 cebolas
- 3 colheres (sopa) de manteiga (usei apenas 1 colher e juntei um fio de azeite)
- 200ml de natas
- 1 colher (sopa) cheia de polpa de tomate
- 1 colher (chá) de caril (usei apenas 1/2)
- 1 colher (chá) de sumo de limão (usei meio limão pequeno)
- 1 pitada de paprika
- sal e pimenta qb
- salsa fresca picada (opção minha)

Corta-se as cebolas em rodelas finas e refoga-se num tacho com a manteiga e o azeite.
Sobre o refogado coloca-se o frango, temperado com sal e pimenta. Deixa-se ganhar um pouco de cor e depois cobre-se com as natas, as especiarias, a polpa de tomate e um pouco de água. Tapa-se o tacho e deixa-se refogar durante cerca de 20 a 25 minutos. Junta-se o sumo de limão e deixa-se ferver mais um pouco. Serve-se de seguida, polvilhado com salsa picada e acompanhado com arroz branco.


quarta-feira, 5 de junho de 2019

Bolo de requeijão

Um destes dias reparei em umas quantas embalagens de queijo fresco a acabar a validade no frigorífico e como nada se estraga cá em casa tinha de as gastar em algo. Como ando de dieta, lá resolvi fazer um bolo (estranho, eu sei ... mas a dieta tem destas coisas). Como resultado surgiu um bolo fofo, simples mas com um sabor muito agradável, perfeito para comer ao lanche com um sumo fresco ou então com uma água aromatizada (como eu fiz). Espero que gostem tanto como eu ...


Ingredientes:
- 3 ovos
- 170g de farinha com fermento
- 150g de açúcar
- 180g de requeijão (usei cottage)
- raspas finas de limão (opcional)
- açúcar em pó e canela para polvilhar

Aqueça o forno a 180ºC. Unte uma forma com manteiga e polvilhe com farinha.
Bata os ovos com o açúcar até obter um creme fofo. Junte o queijo esfarelado e as raspas de limão. Bata mais um pouco e por fim envolva com cuidado a farinha.
Verta a mistura na fora e leve ao forno cerca de 35 minutos (convém fazer o teste do palito). Depois de cozido, desenforme e deixe arrefecer. Por fim, decore com açúcar em pó e canela.


sábado, 25 de maio de 2019

Wraps de atum


E não é que chegamos a mais um dia 25, dia de mais um desafio "a cozinhar com ..." e desta vez a felizarda escolhida foi a Ana G. Neves do blogue Recanto com Tempero. A receita escolhida por mim foi feita num daqueles dias em que o calor não permitia estar na cozinha (quer dizer, não havia vontade) e além de ser uma receita fresca, é muito saborosa e foi feita num instante. Façam este fim de semana que está quente e digam lá se não tenho razão.

Ingredientes:
- 4 tortilhas (rolls wraps)
- 2 latas de atum ao natural
- 2 a 3 colheres (sopa) de maionese
- 1 cebola pequena
- 2 ovos cozidos picados (opção minha)
- azeitonas sem caroço
- salsa fresca picada
- sal e pimenta preta 
- cenoura ralada
- folhas de alface 

Comece por preparar a pasta de atum:
Numa tigela, coloque o atum bem escorrido e desfaça-o ligeiramente com um garfo. Descasque a cebola e pique-a juntamente com as azeitonas (utilizei a picadora). Ao atum, adicione a cebola picada com as azeitonas, a maionese e a salsa. Tempere com sal e pimenta e misture tudo muito bem.

Para a montagem dos wraps:
Estenda as tortilhas e cubra-as com folhas de alface bem secas. De seguida, disponha a cenoura, os ovos picados. Por fim, espalhe a pasta de atum. Enrole as tortilhas e corte-as ao meio. Sirva de seguida.


quinta-feira, 23 de maio de 2019

Semifrio de bolacha e limão

Cá em casa gostamos sempre de ter sobremesa, especialmente ao fim-de-semana. Mas a verdade é que nem sempre apetece fazer algo elaborado e a vontade de estar na cozinha torna-se quase um desperdício de tempo. Por isso, nesses dias mais estranhos, acabo sempre por fazer coisas simples, daquelas quase instantâneas, que nos limpam o frigorífico e a despensa, como foi o caso deste semifrio. Com curd de limão no frigorífico mais uns ingredientes à mistura, foi num instante que preparei esta sobremesa e até ficou muito saborosa, tanto que acabou rapidamente, garanto.


Ingredientes: 
- 4 colheres (sopa) de curd de limão (podem ver a receita aqui
- bolacha maria (cerca de ½ pacote) 
- 200ml de natas 
- 2 claras 
- 4 folhas de gelatina 
- 2 a 3 colheres (sopa) açúcar 
- leite para demolhar as bolachas 
- chocolate ralado para decorar 

Comece por preparar o curd de limão e deixe arrefecer (pode preparar com antecedência, ele aguenta pelo menos 2 semanas no frigorífico). 
Demolhe as folhas de gelatina em água fria durante 5 minutos. Escorra e leve a derreter no microondas durante cerca de 15 segundos (não deixe ferver). 
Bata as claras em castelo. Bata as natas com o açúcar até ficarem em chantilly firme. Junte-lhes metade do curd de limão e continue a bater. Envolva as claras em castelo e por fim a gelatina derretida. 
Forre uma forma de bolo inglês com película aderente (para desenformar melhor) e verta um terço do creme. Espalhe por cima um pouco de curd de limão, bolacha maria demolhada ligeiramente no leite e depois novamente o creme. Volte a espalhar o restante curd de limão, as bolachas demolhadas e por fim verta a última parte do creme. Leve ao frigorífico para endurecer (o ideal é de um dia para o outro). Na hora de servir, vire a forma sobre um prato de servir, com cuidado retire a película aderente e decore com as raspas de chocolate. Sirva fresco.

Como viram, é muito simples de se fazer esta receita mas para os mais preguiçosos ou que simplesmente não têm tempo para a cozinha, deixo-vos esta ideia:

Perguntam-me vocês:
- Carla, eu adoro sobremesas mas não tenho jeito nenhum para as fazer, ajudas-me?
E eu respondo, sem hesitações:
- Não se preocupem, podem encontrar alguém que vos faça sobremesas deliciosas à distância de um click. Basta visitarem a plataforma Fixando e procurar o Serviço de Catering mais perto de vocês, onde irão receber até 5 propostas de profissionais qualificados, sem qualquer trabalho de pesquisa. 
É fácil, não acham? Já não têm desculpa para a falta de um docinho no final do jantar ...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...