sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Lussekatter ou Saint Lucia Saffron buns ... uns bolinhos de natal suecos


Em vésperas do natal, trago hoje a última receita desta quadra, uma receita diferente das que estamos habituados a comer na nossa consoada mas que me agradou bastante. Estou a falar de um bolinho com o nome "lussekatter" ou "saint lucia saffron buns", oriundo da Suécia e servido dia 13 de dezembro, data em que chega oficialmente a época natalícia a terras escandinavas. Foram criados para celebrar o Santo Padroeiro da Luz, uma das mais importantes celebrações do país. 
Esta receita, completamente desconhecida por mim, foi mais uma agradável surpresa do 11º desafio Sweet World e mais uma vez, uma receita que me deliciou. 




Segundo reza a história, Lucia foi uma das primeiras mártires cristãs morta pelos romanos e todos os anos é feita uma procissão em honra dela, personagem cujo papel é trazer luz aos invernos suecos. A sua forma em "S" representa um gato enrolado e as 2 cerejas (ou passas, arandos, sultanas) os seus olhos, sendo Lussekatter tradução de Gato de Lucia. No entanto existem hoje em dia diferentes formatos.

imagem retirada da net

Quanto à minha opinião, são uns bolinhos de massa leveda muito simples de se fazerem, não requer grande experiência e ficam fofos e aromáticos. Têm no meu ver apenas o defeito de secarem rapidamente o que faz com que se tenham de congelar os bolinhos que não se vão comer, mas são excelentes ainda mornos.
No entanto, depois de pesquisar um pouco sobre este doce, resolvi testar a massa em duas variantes diferentes, uma normal e uma folhada, sendo que a folhada foi a eleita cá em casa e neste caso, já não seca com a mesma facilidade. Uns bolinhos a repetir um dia, sem dúvida.


Receita adaptada do blog "basta cheio" e inspiração do blog "anasbageri"

Ingredientes:
- 350ml de leite
- 40g de margarina
- 350g de farinha de trigo 
- 150g de farinha kamut * (usei myprotein)
- 1 ovo
- 1 colher (sobremesa) de cardamomo moído
- 1 colher (café) de açafrão
- 1 colher (chá) de canela
- 10g de fermento de padeiro fresco
- 90g de açúcar
- 1 colher (chá) de sal
- uvas passas qb
- ovo batido para pincelar

Para a versão folhada:
- 150g de margarina (para folhar a massa, opcional)**

Comece por diluir o fermento num pouco do leite e depois coloque todos os ingredientes da massa na MFP e deixe amassar durante 15 minutos. Depois disso, deixe repousar até duplicar o volume (cerca de 2 horas). Divida a massa em pequenas bolas e dê-lhes uma forma de rolinho. Enrole-os até obter uma forma de "esse", coloque uma uva passa em cada um dos lados, pressionando, e deixe levedar mais um pouco (cerca de 30 a 40 minutos. Pincele com ovo e leve ao forno, pré-aquecido a 200º, até dourar (cerca de 15 a 20 minutos). Não deixe cozer demasiado para que a massa não se torne seca.



Agora, se quiser experimentar como eu outra versão destes bolinhos, faça assim:
Depois de amassar, deixe levedar até duplicar o volume. Depois estique a massa com um rolo. Coloque a margarina fria em pequenos pedaços e dobre a massa em 3, primeiro a parte de cima sobre a margarina e depois a parte de baixo. Rode 90º e volte a esticar com o rolo (tal como mostra nas fotos).

1ª foto - a margarina; 2ª foto, dobrada e rodada 90º; 3ª foto, esticada e pronta a dobrar novamente
Dobre novamente e volte a rodar. Faça esta operação 3 vezes. Na última vez, estique a massa, corte tiras e enrole (com o corte folhado virado para cima), até obter a forma de "esse". Coloque uma uva-passa em cada um dos lados e deixe levedar cerca de 30 minutos. Pincele com ovo e leve ao forno a 200º, até folhar e dourar.

* podem fazer apenas com farinha de trigo, se desejarem.
** eu optei por experimentar duas variantes para a mesma massa e embora folhar dê mais trabalho, em termos de sabor compensa.

11º edição do desafio Sweet World, dos blogs Lemon & Vanilla e Basta Cheio - "Lussekatter"


19 comentários:

  1. Oh, oh, oh... Olá Carla! :-) Só cá vim para desejar umas Boas festas a si e aos seus. Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Joana, boas festas para aí também, cheio de coisas boas :)
      PS: não é "seus", é "teus" que ainda sou uma jovem :D

      Eliminar
  2. E se trocarmos as uvas passas por um bocadinho de chocolate? Hum... :)

    ResponderEliminar
  3. Ai que delicia deve ser
    boa sugestão
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia /Facebook /Intagram
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  4. Olá Carla
    Que lindos os bolinhos com história!!!
    Santa Luzia ou Lúcia é a santa protetora dos olhos e da visão.
    Amei tb o formato esse S de gatinho 😺
    Estou levando a receita e um bolinho

    Aproveito para desejar um Felizzzzzzzzz Natal e um Ano Novo cheinho de excelentes novis muito amor felicidades saúde e sucesso pra ti e sua família
    Bjs Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado, espero que tenha sido um natal muito feliz por aí também :)

      Eliminar
  5. Ai que bom aspeto...apesar dos muitos doces que se tem comida por aqui...esses já iam!



    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  6. Ai que bom aspeto...apesar dos muitos doces que se tem comida por aqui...esses já iam!



    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  7. Os folhadinhos são ainda mais amorosos :)

    ResponderEliminar
  8. Ai Carla, isso é que foi "bunnar" :)
    Que excelente ideia a tua de fazeres as duas versões, até porque a versão folhada da Ana ficou-me na cabeça. Imagino a delicia que seja.
    Ficaram lindos estes teus pequenos e concordo contigo, mornos são perfeitos pois ficam rapidamente secos. Mas que são deliciosos isso são ;)
    Muito Obrigada por mais uma excelente participação no SW.

    Bjinhos e Bom Ano com tudo de bom!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado eu Susana, por nos proporcionares estas delícias :) E sim, os folhados são bem mais saborosos mas também sou suspeita, adoro tudo o que é folhadinho :)

      Eliminar
  9. Querida Carla,
    Em primeiro lugar, um muito feliz 2017 para ti e família.
    Muito obrigada por, não uma, mas duas versões destes bolinhos que tanto adorei fazer como comer.
    És sempre uma querida e adoro as tuas participações, embora ande perdida nos comentários e nem sempre tenha conseguido comentar tudo, espero um dia destes conseguir pôr em dia as visitas em atraso.
    Concordo contigo. O único senão dos buns de massa leveda é mesmo o facto de secarem tão rápido e eu também congelei alguns e os que secaram, torrei e que bons são torrados. Os de massa folhada da Ana, também me ficaram debaixo de olho e hei-de fazê-los.
    Um beijinho e obrigada de novo,
    Lia


    P.s. - não tens de pedir desculpa por não participar no Medovick, por favor! Participas quando podes e não tens de te sentir mal com isso. Percebo perfeitamente as razões. Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Lia :) Realmente estes buns são muito bons e depois de descongelados, dou um toque no microondas para amornar e voilá, uns buns acabados de fazer deliciosos. Tens mesmo de experimentar a versão folhada, ficam ainda melhores, sem dúvida que a Ana deu uma excelente ideia.
      Quanto ao tempo, realmente nem sempre se consegue fazer tudo e eu tenho andado como tu, sem conseguir acompanhar e comentar tudo o que gostaria, por isso compreendo-te muito bem.
      Mas sabes que eu adoro este desafio bem sweet e tenho aprendido imenso com vocês, especialmente a não ficar apenas pelo conhecido e explorar novas técnicas e sabores. Quanto ao Medovick, talvez ainda o faça, vai fugir um bocadinho do tradicional mas pronto, vamos ver o que sai. É que não consigo mesmo deixar escapar este desafio, sou uma sweet lover assumida ;)

      Eliminar

Obrigado pela visita, se gostou deixe o seu comentário ou faça "like".
Volte sempre que quiser :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...